INFORMATIVO MONITAL
Fique ligado nas últimas novidades do mercado de segurança
Policiais já desmantelaram 10 quadrilhas, com prisão de suspeitos de explosões a bancos

GO – Policiais já desmantelaram 10 quadrilhas, com prisão de suspeitos de explosões a bancos

 Sem categoria 2 horas atrás

Integração das inteligências contribui para desarticular criminosos

Em pouco mais de três meses, 10 grandes associações criminosas especializadas em assaltar agências bancárias e caixas eletrônicos com uso de explosivos e armamentos pesados foram desmanteladas na Capital e em várias regiões do estado pelas forças policiais integradas. No total, 42 suspeitos foram presos, incluindo integrantes do chamado “novo cangaço”.

A ação conjunta entre as forças policiais contribui sistematicamente para desarticular grupos criminosos de roubo a bancos. Este trabalho se consolidará ainda mais com o avanço da força-tarefa a partir da integração das inteligências de sete unidades da federação que formam o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (GO, TO, RO, MT, MS, DF e MA). O organismo é presidido pelo secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), José Eliton.

Mara Rosa

Na madrugada desta quarta-feira (20/07) três foram detidos em flagrante no município de Mara Rosa, na região Norte de Goiás, quando tentavam arrombar um caixa eletrônico. A ação da Polícia Militar, por meio do Comando de Operações de Divisas (COD), resultou na prisão de Júlio Cesar de Oliveira Ferreira, de 21 anos, e dois adolescentes, G.S.S, 16 anos, e J.C.J.D.N, 15 anos.

Segundo o comandante do COD na região Norte, capitão Ronaldo Barbosa, o serviço de inteligência obteve informações dessa tentativa de arrombamento e se preparou para desarticular o grupo. Por volta das 3 horas da madrugada, momento em que o trio chegava próximo ao contêiner da Caixa Econômica Federal, onde atualmente está instalada a agência bancária, a polícia rendeu os suspeitos e com eles encontrou martelos, chaves e outras ferramentas para tentar arrombar o equipamento eletrônico.

 A ação da Polícia Militar, por meio do Comando de Operações de Divisas (COD), prendeu na madrugada desta quarta-feira (20/07) três em flagrante no município de Mara Rosa, na região Norte de Goiás, quando tentavam arrombar um caixa eletrônico: Júlio Cesar de Oliveira Ferreira, de 21 anos, e dois menores

A ação da Polícia Militar, por meio do Comando de Operações de Divisas (COD), prendeu na madrugada desta quarta-feira (20/07) três em flagrante no município de Mara Rosa, na região Norte de Goiás, quando tentavam arrombar um caixa eletrônico: Júlio Cesar de Oliveira Ferreira, de 21 anos, e dois menores

Ainda de acordo com o capitão Ronaldo, os suspeitos são moradores de Mara Rosa e todos possuem passagem policial por roubo, tráfico de drogas e furtos. A polícia também afirma que não havia outros membros dando cobertura a essa tentativa.

São Luís do Norte

O Grupo Antirroubo a Bancos (GAB), da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), já desarticulou diversas organizações criminosas responsáveis por roubo a bancos em Goiás.

Em março, uma força-tarefa da Polícia Militar conseguiu interceptar, em São Luís do Norte, quatro suspeitos de integrar um bando organizado para atacar bancos. Após tentativa de roubo a um posto de combustível às margens da BR-153, o grupo foi desarticulado por policiais do COD, Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT).

Montividiu do Norte

Em Montividiu do Norte, as policias também impediram, em abril, nova tentativa de roubo. Os suspeitos estavam numa pick-up Fiat Strada roubada em Gurupi e tinham acabado de explodir um caixa eletrônico de uma agência do Bradesco, mas não conseguiram levar o dinheiro.

Jataí

Em Jataí, a Polícia Civil prendeu, na Operação Bandoleiros, grupo que praticava roubos na região especializada em assaltos a bancos, residências, comércios e propriedades rurais. Sete pessoas foram presas. Todos com passagens pela polícia por tráfico de drogas, roubos e homicídios.

Entre os roubos atribuídos a esta quadrilha está o do caixa do Banco do Brasil localizado dentro da Prefeitura de Jataí, onde seis dos assaltantes renderam dois funcionários. Outro crime de repercussão foi o roubo de três caminhonetes de uma concessionária no mesmo município. A quadrilha, segundo o delegado Alex Vasconcellos, é responsável por cerca de 90% dos crimes patrimoniais da região.

.A ação da Polícia Militar, por meio do Comando de Operações de Divisas (COD), prendeu na madrugada desta quarta-feira (20/07) três em flagrante no município de Mara Rosa, na região Norte de Goiás, quando tentavam arrombar um caixa eletrônico: Júlio Cesar de Oliveira Ferreira, de 21 anos, e dois menores

 

.A ação da Polícia Militar, por meio do Comando de Operações de Divisas (COD), prendeu na madrugada desta quarta-feira (20/07) três em flagrante no município de Mara Rosa, na região Norte de Goiás, quando tentavam arrombar um caixa eletrônico: Júlio Cesar de Oliveira Ferreira, de 21 anos, e dois menores

Gouvelândia

No mês de maio deste ano, outro grupo criminoso teve ação frustrada na cidade de Gouvelândia, em atuação conjunta entre as polícias Civil e Militar. Atuaram no caso o GRAer e o GAB/Deic. A organização vinha sendo monitorada há meses por envolvimento em assaltos e arrombamentos a bancos no sul do estado. Dois suspeitos foram mortos no confronto.

Uruaçu

No Norte do estado, em Uruaçu, uma ação conjunta entre PM e PC, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal, resultou na prisão de cinco suspeitos de integrarem quadrilha organizada para assaltos a bancos na região.

São Domingos

Em São Domingos, no Nordeste do estado, mais uma organização criminosa foi desarticulada no final de maio, quando numa barreira policial os ocupantes de uma pick up Strada não respeitaram o bloqueio e tentaram fugir. Eles eram suspeitos de tentativa de explosão a uma agência do Banco do Brasil em Divinópolis de Goiás. O carro usado pelos três era produto de roubo. Na troca de tiros com policiais, dois deles morreram.

Aparecida de Goiânia

Em Aparecida de Goiânia, outra ação integrada entre o GAB/Deic, o Grupo de Radiopatrulha Aérea (GRAer) e o Bope resultou na prisão de integrantes de quadrilha especializada em explosões de caixas eletrônicos. Foram presos três suspeitos. Com eles, os policiais encontraram explosivos, munições, placas de carros de outros estados e ferramentas utilizadas em arrombamento de agências bancárias. Outros dois suspeitos de integrarem a quadrilha foram presos dias depois quando tiveram suas prisões preventivas decretadas e foram localizados no setor Cidade Jardim, em Goiânia.

A associação criminosa é suspeita de, pelo menos, oito explosões de agências bancárias em Goiânia e região metropolitana. O grupo persistia em agir nas mesmas agências. Em uma delas, no Setor Garavelo, em Aparecida de Goiânia, o grupo agiu quatro vezes; em outro no setor Morada do Sol, o bando atuou duas vezes; outra vez, numa agência na Castelo Branco; e, por fim, numa agência da Avenida Perimetral Norte.

Seis municípios

Recentemente, a Polícia Civil conseguiu prender os integrantes de associação criminosa responsável por explosões em agências bancárias de Itapirapuã, Jussara, Britânia, Montes Claros de Goiás, Aragarças e Bom Jardim de Goiás. Cinco deles foram presos em Goianira e dois na cidade de Jussara e com eles a polícia apreendeu sete veículos roubados.

Rio Quente

Em julho, o GAB prendeu uma quadrilha responsável por explosões em caixas eletrônicos no município de Rio Quente. Eduardo da Silva, 20 anos, Gabriel Rezende, 18, Marcos Godoi, 25, e Michael da Silva, 22, todos com passagens por roubo, furto, organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo e de explosivos, receptação, desacato e tráfico de drogas.

Esse grupo foi responsável por explosões a caixas eletrônicos, em maio deste ano, no município de Rio Quente. O titular do GAB, delegado Alex Vasconcellos, diz que o grupo é suspeito de explodir outros terminais no município em fevereiro e junho de 2016.

Fonte: DM.com.br

22/07/2016  11:02